Grandes mercados podem começar pequenos quando se trata de check-out sem atrito

Em média, os latino-americanos passam cerca de 60 horas por ano em supermercados, com cada viagem levando cerca de 43 minutos, de acordo com o Statista. Freqüentemente, navegar por espaços tão extensos e esperar nas filas dos caixas não faz com que valha a pena ir ao supermercado apenas para pegar uma caixa de leite ou aquela caixinha de ovos esquecida. Em vez disso, muitos consumidores param em lojas de conveniência menores, o que significa que os supermercados estão perdendo negócios em potencial todos os dias.

É algo que eu vi, tendo acabado de voltar de uma semana viajando por São Paulo, onde me encontrei com os principais varejistas de alimentos Paulistas, ouvi seus pensamentos sobre a evolução do setor de alimentos e dei uma olhada em suas lojas. É claro que eles estão procurando criar experiências de cliente melhores e mais rápidas para os compradores, e é aí que nossa tecnologia pode desempenhar um grande papel.

Na América Latina, nós da Autonomoous Vision já iniciamos a demonstração para vários mercadistas que desejam inserir o check-out sem atrito em suas lojas. Basicamente, os clientes entram, escolhem suas compras e vão embora. Chega de esperar na fila, nem se atrapalhar com dinheiro ou cartão de crédito para pagar. Enquanto os clientes navegam pelos corredores e selecionam seus itens, nossas câmeras e sensores registram suas escolhas e cobram automaticamente em seus cartões de crédito ou débito. Qualquer loja existente pode adicionar a tecnologia desde as menores (Lojas de conveniência e mercados) as maiores (Supermercados e hipermercados) .

A Autonomoous Vision agora está preparada para trazer a mesma configuração para o mercado Latino americano, economizando um tempo valioso dos clientes. Mas, em vez de equipar grandes supermercados com a tecnologia, começaremos criando pequenas mini-lojas dentro deles, ou ao lado deles, que utilizam nosso sistema de checkout sem atrito. Abastecidas com itens básicos como leite e pão junto com opções de comida pronta, como sanduíches e saladas, essas lojas dentro das lojas permitirão que os clientes experimentem os benefícios de comprar sem atrito. Ao mesmo tempo, eles ajudarão os supermercados a explorar um formato adicional que pode gerar novas receitas e se tornar os primeiros a adotar a tecnologia que muda o cenário dos supermercados, o que será fundamental para sobreviver em nosso novo mundo dependente de dados.

Nosso modelo de lojas de conveniência inteligentes dentro das lojas é particularmente adequado aos hábitos de compra americanos modernos, e o mercado está maduro para essa inovação.

Trazendo conveniência rápida para os clientes

Os clientes que chegam aos supermercados para a coleta de pedidos on-line, é uma tendência crescente desde o início da pandemia do coronavírus, e podem facilmente correr para essas lojas de conveniência para um lanche ou para comprar poucos itens que esqueceram de incluir na compra on-line. Eles obtêm rapidamente o que precisam, sem ter que percorrer os longos corredores e filas da parte principal do supermercado, e podem estar de volta em seus carros em apenas alguns minutos. As pequenas lojas podem trazer grandes negócios. 

Essas pequenas lojas também serão lugares tentadores para os clientes regulares nas lojas comprarem um jantar para viagem, uma garrafa de água ou outra compra por impulso depois de terminarem seus estoques semanais de produtos. Além disso, com tantos supermercados localizados em shoppings suburbanos ao lado de empresas , as pessoas tendem a entrar nessas novas lojas dentro ou ao lado das grandes lojas principais antes ou depois de visitar o cabeleireiro, parando nos correios, ou pegando seu filho na creche. Para os varejistas, essas lojas também são uma ferramenta para conquistar novos clientes fiéis: é provável que os novos clientes que frequentam essas seções de conveniência inovadoras acabem voltando à mesma loja para obter mais mantimentos. Em um setor com margens tão baixas, qualquer aumento de clientes é significativo.

As coisas estão mudando rapidamente no setor de alimentos, e os varejistas precisam embarcar em tecnologias como checkout sem atrito se quiserem permanecer relevantes e competitivos. Vimos a Amazon abrir sua primeira grande Loja fora de Seattle, completa com tecnologias como checkout sem fricção e outros recursos que combinam os mundos digital e físico.  

Abordagem da Autonomoous Vision

Nossa solução permite que os varejistas implementem checkout sem fricção em suas lojas existentes, começando com a criação dessas seções de minimercado, colocará os varejistas no caminho para eventualmente, adotar esta e outras inovações em todas as partes principais de sua loja quando a tecnologia estiver madura o suficiente para escalar de forma inteligente. Os varejistas que adotarem logo terão uma grande vantagem, enquanto os que resistirem poderão acabar sendo marginalizados quando os consumidores não gastarem mais 60 horas por ano fazendo compras nas lojas.